Estilo Yang

O estilo Yang é o mais popular do Tai Chi Chuan, é da família Yang, criado por Yang, Luchan (1799-1872). Luchan estudou artes maricias durante toda a sua vida. Quando jovem foi estudar o estilo Chen na Vila desta família, conhecido hoje como o estilo Chen de Tai Chi Chuan. Depois de mais de trinta anos de estudo, Luchan deixou a família quando seu mestre Chen, Changxing faleceu. Yang, Luchan voltou à sua terra natal para ensinar o que aprendera e depois de um tempo resolveu ir para a capital, Beijing. Lá ele foi considerado imbatível e foi nomeado o professor da família real.

No século XX, seu neto, Yang, Chengfu (1883-1936) que treinara o estilo de sua família começou a viajar por diversas cidades e aldeias no sul da China ensinando Tai Chi Chuan. Chengfu criou também uma seqüência de Tai Chi Chuan conhecida hoje como a rotina tradicional ou ortodoxa do estilo Yang. Ela contém 108 movimentos e necessita de 20 minutos para ser executada.

Em 1956, o Comitê Desportivo de Beijing desenvolveu uma versão mais condensada do estilo Yang, conhecida como a forma simplificada com 24 movimentos. Essa rotina é aceita em competições e ela necessita apenas de 5 ou 6 minutos para ser executada, por isso é muito procurada hoje em dia, pois a maioria das pessoas não possui muito tempo para se dedicar à prática. Apesar da forma simplificada ser muito mais curta que a tradicional, ela possui a maioria dos movimentos da forma tradicional. O Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa, conhecida por seus movimentos lentos e circulares.

Aqui no Clã de Artes Marciais nós praticamos a forma simplificada de Tai Chi Chuan enquanto exploramos os métodos tradicionais, assim como a importância da respiração e o espírito da arte milenar.