1. Atende a todos os públicos e faixas etárias

Fábio Castilha explica que a capoeira, devido à sua característica multifacetada, pode ser praticada por pessoas de qualquer idade. “Nos dias atuais, existem inúmeros profissionais especialistas em áreas específicas para o treinamento de capoeira: capoeira para crianças, capoeira para atletas, capoeira para a terceira idade, dentre outros. Materiais didáticos também são inúmeros nos dias atuais, o que eleva a capoeira a um patamar de disciplina pedagógica com relevância”, diz.

2. Ajuda a liberar o estresse

O professor Castilha destaca que, como a maioria dos esportes, para as pessoas que buscam melhoria na qualidade de vida, a capoeira serve de válvula de escape; é uma forma de liberar o estresse de uma forma lúdica e saudável.

3. Trabalha todo o corpo

Em termos físicos, explica o professor Castilha, a capoeira é uma das atividades mais completas, por trabalhar todos os segmentos corporais e diversas posições em sua prática.

4. Estimula o condicionamento cardiovascular e musculoesquelético

Fábio Castilha destaca que a capoeira é classificada como uma atividade física anaeróbica e predominantemente funcional, por estimular o condicionamento cardiovascular e musculoesquelético utilizando o peso do próprio corpo.

5. Promove maior flexibilidade

Os movimentos de capoeira exigem e desenvolvem a flexibilidade no corpo, quase que como os movimentos de ioga.

6. Promove maior coordenação

Os movimentos da capoeira, de forma geral, são guiados pela dança e pela música, o que faz com o que o corpo fique mais coordenado.

7. Estimula a velocidade

Como a ideia é fazer os movimentos com fluidez em um período curto de tempo, a capoeira estimula a velocidade – o que fará que o corpo fique mais ágil para responder de volta aos movimentos de outras pessoas.

8. Estimula a autoconfiança

A capoeira é uma forma diferente de se exercitar, pois mescla luta, dança, musicalidade… “Se aventurar” e se identificar com este tipo de atividade torna a pessoa mais confiante.

9. Define o corpo

A capoeira é também considerada uma das melhores atividades para quem quer manter a forma e “desenhar” o corpo, o que, também, muitas vezes ajuda a elevar a autoestima.

10. Evidencia o valor da defesa (e não do ataque)

A capoeira faz clara distinção entre defesa e ataque e quem pratica essa atividade não é estimulado a “sair atacando”, mas, sim, a olhar, refletir e, se for necessário, saber agir de modo a cuidar da própria defesa. Isso torna a capoeira um excelente meio de aprendizado para as crianças que tendem a entender de forma mais rápida e lúdica que a violência não vale a pena.

11. Estimula o respeito pelo próximo

A capoeira desenvolve o respeito, a tolerância. No caso das crianças, especialmente, com essa atividade elas aprendem, por exemplo, que precisam ter cuidado com o movimento que pretendem fazer para não machucar o outro; entendem que a atividade acontece entre todos (independentemente de uma maior habilidade ou da ausência dela por parte de um ou de outro) etc.

12. Amplia o conhecimento

Quem pratica capoeira não só se exercita, mas recebe importantes informações sobre a cultura popular, a origem da prática, as tradições celebradas em músicas e canções etc. Tudo isso é muito válido, tanto para crianças como para adultos!

13. Desestimula a timidez

A capoeira é uma atividade que envolve dança, música, diferentes movimentos… Não há, portanto, espaço para timidez. Todos os participantes – sejam adultos, sejam crianças – estão ali expostos ao grupo com todas as suas imperfeições. Com isso, aos poucos, qualquer insegurança perde a força, pois todos se respeitam e estão ali para vivenciar tudo aquilo juntos.